Como Usar Funil de vendas para converter os visitantes do seu site…

Como Usar Funil de vendas para converter os visitantes do seu site…

Escrito por: Gustavo Paulilo

 

Entender o funil de vendas e as suas fases é essencial para fazer o seu site decolar e suas vendas aumentarem.

 

Você já usa o funil de vendas para gerar oportunidades para o site da sua empresa? Conhece bem o potencial dessa estratégia para a aquisição de novos clientes?

 

O funil de vendas compreende diversas etapas conforme a área da empresa, estratégia de marketing ou produto. Neste post, você vai entender um pouco mais sobre as fases do funil e saber como cada uma delas pode melhorar o seu negócio.

 

Como usar o funil de vendas para converter os visitantes do seu site…

 

Como o funil de vendas se aplica ao meu processo de venda?

 

O funil de vendas nada mais é do que uma técnica para administrar, através de etapas e direcionamento, as vendas de uma empresa. Não basta abrir um negócio e oferecer produtos, é preciso entender as necessidades dos clientes e guiá-los até a compra.

 

Quando o primeiro contato do seu prospect é feito pelo seu site, o funil de vendas é estruturado nas ações desse contato para torna-lo em cliente. Nesta estratégia é possível direcionar um tipo de conteúdo adequado ou uma ação à cada fase do processo de vendas: desde uma simples visita sem intenção de compra no seu site, até o contato feito pelo time de vendas que consolidará a transação e ainda abrirá portas para outras negociações.

 

Conheça as 4 etapas da venda para converter os visitantes que chegam em seu site.

 

#1. Visitantes: o contato inicial com o seu público

 

A primeira fase engloba as pessoas que, por algum motivo, acessam o seu site por meio de ferramentas de buscas da web como o google, anúncios, redes sociais, entre outras fontes de tráfego.

 

Porém, o interesse dos internautas é variado e a busca pode vir de pessoas curiosas que estão apenas pesquisando por algo, ou daquelas que já sabem o que precisam.

 

Nessa etapa do funil é essencial despertar e prender a atenção desse contato. Isso se faz através do fornecimento de conteúdo de qualidade e atualizações constantes, para que o internauta se sinta motivado a retornar à sua página.

 

Um bom material contribui, ainda, para que o usuário compartilhe o link nas redes sociais ou cite o produto ou serviço em outros sites, aumentando, consequentemente, a quantidade de visitas.

#2. Leads: os contatos interessados no que você tem a oferecer

 

Os leads são os usuários que podem vir a se tornar clientes, mas ainda não têm intenção de compra. Eles são visitantes que receberam gratuitamente da sua empresa algum tipo de material — como um ebook ou whitepaper, por exemplo — e em troca forneceram algumas informações pessoais, como nome e e-mail, que servirão para contato.

 

Para garantir um bom número de leads no funil é essencial fazer a medição do resultado dos processos que convertem os visitantes.

 

Os baixos índices de conversão apontam o fato de que a ação não é atrativa, ou está gerando repulsão nos internautas, seja devido à requisição de muitas informações nos campos de formulários ou à exigência de dados que nem todos gostam de fornecer, como o número de CPF e o endereço residencial.

 

Depois de conquistar os visitantes e transformá-los em leads, é hora de conquistar a confiança do seu internauta. Você pode fazer isso com e-mails com qualidade e direcionamento, focando nas demandas de cada um.

#3. Oportunidades: os interessados que têm perfil para se tornarem clientes

 

Os leads com potencial elevam a oportunidade de concretização de vendas. E é nessa fase que os internautas passam a receber o contato do time de vendas, com uma abordagem direcionada de acordo com o interesse do usuário. Nesta etapa, o lead está a um passo de se tornar cliente.

#4. Clientes: o objetivo de tudo, desde o topo!

 

Após uma etapa completa de passagem pelo funil de vendas, transformando o lead a cada fase do funil, o seu internauta finalmente se torna um cliente. Mas vale lembrar que todo o trabalho de marketing de qualidade não se finaliza nesse processo. Agora é hora de se iniciar uma fase de elevação da oportunidade de receber uma recomendação ou fazer novas vendas para esse mesmo consumidor da empresa.

 

É essencial continuar trabalhando no pós-venda e conferir o nível de satisfação do cliente, além de ter o conhecimento de quantas vendas foram fechadas através da indicação desse cliente. Com um estudo profundo e a mensuração de resultados ideal, você poderá entender melhor de onde surgem as vendas do seu negócio.

 

Depois de entender o funcionamento da estrutura do funil de vendas, é importante que a empresa acompanhe todos os processos que compreendem o marketing de estratégia e como alinhá-lo com a equipe de vendas.

 

Com isso é possível otimizar o procedimento e melhorar as comercializações do negócio. Faça uma medição do nível de conversão em cada etapa para observar novos fatos e para que você possa conhecer melhor seus clientes.

 

Entendeu como deve ser estruturado o funil de vendas pra converter visitantes de seu site em clientes? Lembre-se que as análises precisam ser realizadas constantemente pois, só dessa forma, você entenderá se a sua estratégia está funcionando e saberá buscar respostas para melhorar a cada dia!

 

Fonte://www.agendor.com.br/blog/vender-mais-online-com-funil-de-vendas/

 


 

*O Weeke Kanban possui um modulo chamado Weeke Funil de Vendas para gerenciar equipe comercial, a ferramenta facilita o acompanhamento de toda a jornada percorrida por cada potencial cliente até a concretização da venda.

 

Acesse e veja como funciona //www.weeke.com.br/project/funildevendas/

 

 

80375bfb2c6dfd514cc6a8009d4f9288e8ebe7c995a0b871fcpimgpsh_mobile_save_distr

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.